Bettertech Blog

Os sistemas mais avançados potenciam a gestão inteligente e otimizada de processos, movimentos e transações que decorrem num armazém de operações, integrado numa cadeia de valor logística. A estes sistemas chamam-se WMS – Warehouse Management System.

Um bom WMS deve responder com eficácia não só às operações gerais e diárias de um armazém, mas também oferecer funcionalidades preditivas e de gestão que rentabilizem os processos de armazenamento.

Mas que operações diárias e gerais são comuns num armazém?

Como rentabilizar um armazém de distribuição - Imagem 02

De uma forma simples, o armazém receciona o bem e procede ao seu armazenamento. Quando é efetuado um pedido (picking), o armazém inicia a expedição do bem.

Um WMS auxilia a execução destas tarefas (entre outros), através de processos automáticos integrados com suporte humano e tecnologia de ponta. Mas para um WMS ser verdadeiramente uma vantagem e uma peça chave no sucesso de um negócio, tem de oferecer outras funcionalidades diferenciadoras e que ajudem a minimizar os erros.

Mapeamento e Layout

Através do mapeamento exaustivo de todos os recursos, físicos e humanos, presentes no armazém e envolvidos nas operações logísticas, é possível criar visitas virtuais às diferentes áreas de um armazém, respetivas prateleiras e gavetas, com elevado grau de detalhe. É possível, assim, uma visualização lógica do inventário e da ocupação do armazém, o detalhe dos diferentes produtos que se encontram armazenados nas prateleiras e a respetiva localização de paletes, empilhadores e pedidos, em tempo real.

Receção

O simples ato de receber produtos também pode ser melhorado com recurso a um WMS. Através de uma aplicação é possível controlar a entrega de bens realizada pelos fornecedores do armazém (emitindo ordens de receção, por exemplo).

Arrumação

Após a receção e validação de produtos, o sistema gera uma ordem de armazenamento tendo em conta as regras de arrumação, prioridades e níveis de serviço e o estado atual dos recursos humanos e físicos.

O sistema, automaticamente, sugere estratégias de otimização de arrumação (prioridade, níveis de stock ou caraterísticas do produto). O sistema tem como função atuar de forma inteligente, que leve a uma poupança de tempo e recursos.

Mobilidade

Dado que um armazém tem grandes dimensões, é essencial implementar uma solução móvel que dê apoio aos funcionários do armazém. Através de um tablet, os operadores de empilhadores, por exemplo, podem deslocar-se num armazém de acordo com as ordens de armazenamento e reaprovisionamento, geradas pelo sistema.

Este sistema de mobilidade permite, também, localizar e identificar paletes, identificar os locais de recolha e reposição e outras funcionalidades que otimizam a operação diária de um armazém.

Pedidos (Picking)

A operação de pedidos permite as saídas de produtos do armazém por meio de ordens de picking. Estas ordens consideram a disposição dos produtos e recursos para, de uma forma otimizada, definir e atribuir o circuito de recolha.

Voice Picking

Dentro da componente de mobilidade, existem funcionalidades otimizadas pelo comando de voz que potenciam a operação de picking. É possível os operadores concretizarem as ordens de picking geradas pelo sistema, através da interação com o sistema por via de comandos de voz.

Estas funcionalidades ativadas pela voz permitem, por exemplo, localizar e identificar paletes e produtos, aumentando a produtividade dos operadores de armazém.

Validação e Expedição

O WMS também otimiza o final da cadeia logística de um armazém. Após a conclusão das ordens de picking, a operação de validação e expedição conclui este circuito através das saídas de material preparadas de acordo com as encomendas recebidas. O sistema garante que as operações são processadas com rapidez e com pouca margem de erro.

Um WMS acarreta custos na sua implementação e adoção por parte dos colaboradores, no entanto as vantagens que proporciona a uma organização são bem superiores.

Para além de otimizar as atividades operacionais (fluxo de materiais) e também administrativas (fluxo de informação), esta ferramenta aumenta a precisão das informações de stock, aumenta a velocidade e qualidade das operações do armazém e incrementa a produtividade dos recursos humanos e dos equipamentos envolvidos em todo o processo.

Se quiser conhecer uma ferramenta de WMS que potencia a gestão inteligente e otimizada de processos, movimentos e transações que decorrem num armazém de operações, peça-nos uma demonstração para comercial@bettertechsoftware.com.

Saiba mais em: Geslog

View Comments

Actualmente não existem comentários.
Próxima Publicação
Este blog usa cookies para garantir que você obtém a melhor experiência de navegação.